Apoio ao cliente - 707 234 234
Retratos Imaginários

Descrição

RETRATOS IMAGINÁRIOS 
Orquestra Sinfónica Metropolitana
[Orquestra Metropolitana de Lisboa e Orquestra Clássica Metropolitana]
 
    Pedro Amaral Deux portraits imaginaires, N.º 15
    Beat Furrer Nero su Nero
    Gustav Mahler Sinfonia N.º 4
 
Solista: a anunciar (soprano)
Maestro: Pedro Amaral

Em bom rigor, nem uma imagem vale sempre mil palavras nem é possível traduzir-se uma obra musical noutra forma de expressão, seja ela qual for. Mais férteis são os processos de contaminação entre as diferentes artes, desafiando limites, acrescentando sentidos. Assim acontece nas três partituras interpretadas neste programa. Cada uma delas provoca e envolve sugestões que ultrapassam muito as cinco linhas da pauta. Os «dois retratos imaginários» de Pedro Amaral recriam livremente o diálogo entre duas personagens que habitam o universo criativo e biográfico de Fernando Pessoa: de um lado, os dilemas de Fausto; do outro, o deslumbramento amoroso personificado no nome de Maria. Já «Nero su Nero» («Preto sobre Preto»), de Beat Furrer, retrata as gradações do negro. Foi estreada na Konzerthaus de Viena em junho de 2018, num concerto em que também se ouviu a 3.ª Sinfonia de Mahler. Desta vez, junta-se-lhe a 4.ª, na qual o negro dá lugar à cor azul. Foi o próprio Mahler quem escreveu: «Pense no azul indiferenciado do céu, o qual é mais difícil de apreender do que qualquer variação ou contraste entre tons diferentes. Essa é a cor fundamental desta obra.»

Pedro Amaral Deux portraits imaginaires, N.º 15
Beat Furrer Nero su Nero [estreia nacional]
Gustav Mahler Sinfonia N.º 4
Alexandra Bernardo soprano
Pedro Amaral maestro
 

Promotor

Ass. Música,educ. E Cultura - O Sentido Dos Sons