Apoio ao cliente - 707 234 234
Pinóquio

Descrição

“Pinóquio- Mas paizinho agora reparo, onde está o teu casaco neste dia frio? 
Gepeto- Vendi-o porque tinha calor! Toma o teu livro e uma maçã para dares à tua professora. Corre para escola.”
A mentira doce do Pai Gepeto contrasta com a mentira do mundo ao qual Pinóquio chega pelas mãos da Fada Azul. Boneco de pau que só queria ser um menino de verdade, Pinóquio, o jovem aprendiz, irá aprender a viver e a ser responsável pelas suas ações. Como qualquer criança curiosa, Pinóquio envolve-se em aventuras desviadas e perigosas, pelos seus novos amigos do alheio, o Gato e a Raposa. Nem mesmo a voz da sua consciência, o Grilo, o conseguirá demover de satisfazer a sua gula, a ociosidade, o egoísmo e a ganância. Pinóquio aprenderá à força as verdadeiras doutrinas da vida: a amizade, o respeito pelo próximo, o altruísmo e a grande verdade, o amor paternal. 
“Fada- Pois bem Pinóquio, por causa do teu bom coração perdoou-te todas as diabruras que fizeste até hoje!”
 
Ficha Artística/Técnica
Dramaturgia e Encenação: Sérgio Moura Afonso
Elenco: Alda Gomes, André Nunes, Marta Andrino, Pedro Martinho e Sérgio Moras
Movimento: Cláudia Andrade
Música Original e Direcção: Nuno Cintrão
Letra das músicas: Jorge Gomes Ribeiro
Sonoplastia: Nuno Lacerda
Figurinos: Rita Olivença
Adereços: Marta Silva
Ilustração: Susana Antão
Design Gráfico: João Afonso
Web-design e Multimédia: Margarida Fernandes
Execução de Guarda-Roupa: Atelier Alda Cabrita
Fotografia: Pedro Sadio Photography
Direcção de Produção: Jorge Gomes Ribeiro
Direcção de Comunicação: Rita Fernandes
Produção: Goretti Queirós e Paula Prats


Promotor

COMPANHIA DA ESQUINA