Apoio ao cliente - 707 234 234
Orquestra Sinfónica Portuguesa

Descrição

Também Paul Dukas (1865-1935) sucumbiu aos encantos das tendências “orientalistas” que varreram a Europa da segunda metade do século XIX quando, em 1912, compôs música para o bailado La Péri que nos conta a procura incessante busca do homem pela flor da imortalidade e do seu encontro com uma mitológica péri. A brilhante Fanfarra da Abertura contrasta vivamente com a atmosfera lírica e serena do restante bailado.
Apesar de originalmente ter sido escrito por Claude Debussy (1862-1918) entre 1892 e 1894 como poema sinfónico, Prélude à l’après-midi d’un faune, inspirado num poema de Mallarmé e considerado como um dos expoentes da música impressionista, iria servir, em 1912, de tema para o bailado homónimo coreografado e interpretado pelo mítico bailarino Vaslav Nijinsky.
O Concerto para Piano em Sol maior de Maurice Ravel (1875-1937) foi escrito entre 1929 e 1931. Com 3 andamentos, esta obra de grande virtuosismo pianístico é fortemente influenciada pelas harmonias e ritmos de jazz que Ravel ouviu pela primeira vez durante uma digressão aos Estados Unidos, em 1928.
Quadros de uma exposição, uma das mais conhecidas obras de Modest Mussorgsky (1839-1881), transpõe musicalmente as impressões sentidas pelo compositor durante uma exposição do seu amigo, o pintor Viktor Hartman. Inicialmente escritas para piano, estas dez peças escritas em 1874, foram mais tarde orquestradas por Ravel que respeitou o espírito da música original.

Promotor

CÂMARA MUNICIPAL DE SINTRA