Apoio ao cliente - 707 234 234
Beethoven - Pop Star!

Notas

Na sequência dos últimos desenvolvimentos relativos à COVID-19 e das medidas decretadas pela Direção-Geral de Saúde, o evento foi cancelado. Poderá pedir o reembolso até ao dia 18 de Maio através do local de compra respectivo, seja este físico (deslocando-se à loja/bilheteira) ou online (contactando a Ticket Line para o endereço ticketline@ticketline.pt).

Descrição

L. v. Beethoven Concerto para Piano e Orquestra N.º 2, Op. 19
L. v. Beethoven Sinfonia N.º 6, Op. 68, Pastoral
 
Solista: António Rosado * (piano)
Maestro: Pedro Amaral
 
(*) Artista Associado da Metropolitana na Temporada 2019/2020
 
À partida, pode parecer estranho chamar «Pop Star» a um músico que nasceu há 250 anos. Mas é o que acontece quando o nome de Beethoven e sua imagem aparecem hoje em dia estampados em T-Shirts e objetos utilitários, como resposta à necessidade de substituir a reverência histórica pelo culto de uma figura desgrenhada, carismática e pioneira de tantas «estrelas populares» promovidas nas atuais arenas mediáticas. Já no que respeita à música, basta lembrar que os dados estatísticos nos mostram que se trata do compositor mais programado nas salas de concerto em todo o mundo e que o público lhe dá esmagadora preferência. Este novo capítulo da Temporada Clássica da Metropolitana responde a isso mesmo.

Primeiro, António Rosado traz-nos o único dos cinco concertos de Beethoven que nunca tocou antes em público, o N.º 2. Reporta-nos ao período em que o jovem Ludwig van Beethoven se fazia notar como pianista em Viena, em finais do século XVIII. Adivinhava-se então a hegemonia que o pianoforte veio a ter como instrumento solista nas décadas seguintes, abrindo caminho a figuras como Schumann, Chopin, Liszt e tantos outros. Depois do intervalo, revistamos a mais enérgica das sinfonias, a N.º 7. Wagner chamou-lhe «a apoteose da dança». Ouça porquê!

Promotor

ASS. MÚSICA,EDUC. E CULTURA - O SENTIDO DOS SONS