Apoio ao cliente - 707 234 234
Momento 1910

Descrição

Momento 1910
Projeto Evocativo do Centenário do Fim da Primeira Grande Guerra (1918-2018) e da primeira República


Diretora Jenny Silvestre (Presidente da APARM)

9 outubro 2018 | 18:00 - Conferência – Sala Sophia de Mello Breyner Andresen

Moderador Dr. Elísio Summavielle (Presidente da Fundação CCB)

Convidados
Professor Doutor Fernando Catroga (Professor jubilado da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra)
Professor Doutor Fernando Rosas (Professor da Faculdade de Ciências Socias e Humanas da Universidade Nova de Lisboa)
Professor Doutor António Ventura (Professor da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa)
Professora Doutora Maria Fernanda Rollo (Secretária de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior)

10 outubro 2018 | 21:00 - Filme - Concerto - Grande Auditório

Produção Jenny Silvestre
Imagens Fotográficas Joshua Benoliel (1873-1932)
Música Luís de Freitas Branco (1890-1955)
Projeto de Jenny Silvestre
Orquestra Melleo Harmonia
Maestro Joaquim Ribeiro
Luís Rodrigues narrador
Irene Lima violoncelo

Produção Academia Portuguesa de Artes Musicais
Apoio CCB/Câmara Municipal de Lisboa/Fundação D. Luís I

O presente projeto nasceu da convicção de que as efemérides que marcam momentos determinantes da nossa História merecem uma nova aposta na abordagem das suas comemorações.
No milénio da imagem e dos efeitos especiais, onde, apesar de tudo, uma antiga metragem de Chaplin acompanhada in loco por música orquestral goza de tão boa e comprovada aceitação por parte do grande público, não hesitamos em acreditar que um filme concerto sobre o momento histórico coincidente com a Implantação da República e o advento da Primeira Grande Guerra pode, certamente, abrir o apetite de todos sobre factos cujo dramatismo mudaram o curso da nossa História para sempre.
A originalidade do presente projeto assenta na utilização conjugada de parte de dois acervos riquíssimos da nossa herança histórica comum: imagens do monumental espólio fotográfico de Joshua Benoliel e obras do incontornável compositor Luís de Freitas Branco, tocadas no momento pela Orquestra Melleo Harmonia.
A força, realismo e profundidade das fotografias de Benoliel permitem-nos catapultar o nosso imaginário para a época, servindo a música Luís de Freitas Branco de gestor emocional de todo o percurso histórico trilhado. - Jenny Silvestre

Promotor

Fundação Centro Cultural Belém