Apoio ao cliente - 707 234 234
Mão Morta Com Inês Jacques

Descrição

“No Fim Era o Frio” é um projecto que junta um grupo de música a um grupo de bailarinos para apresentar uma desconstrução de espetáculo de dança e de música. Contrariamente ao habitual concerto rock, onde uma banda se apresenta a tocar a sua música, trata-se aqui de um espectáculo onde um grupo de bailarinos apresenta a música da banda, dando corpo e movimento ao que esta toca. O palco funciona assim como um terreiro onde os bailarinos deambulam e a banda cria o cenário que dá sentido a essa deambulação.

Uma deambulação que parte de uma narrativa distópica onde conceitos como aquecimento global ou subida das águas do mar servem para um questionar e decompor de diferentes paradigmas do quotidiano. Trata-se de paradigmas que nos rodeiam e com os quais nos relacionamos e que todos os dias replicamos, criando com eles uma familiaridade tal que nos impede, muitas vezes, de deles tomar verdadeira consciência. Por isso queremos dar-lhes visibilidade, desviando-os para um outro enquadramento onde a familiaridade ganha a estranheza que permite a sua percepção.

Mas esta é uma percepção demencial, num horizonte ficcional que nunca sabemos se é real ou delirante e onde as composições criadas com os padrões deslocalizados da sua primitiva função dão novas vidas e leituras ao frio cosmológico e à solidão humana, aqui ecos de uma mesma inadaptação existencial e vazio afectivo.


Ficha Técnica
Direcção Artística: Adolfo Luxúria Canibal e Inês Jacques
Texto e Narrativa: Adolfo Luxúria Canibal
Música: Miguel Pedro e António Rafael
Coreografia: Inês Jacques
Músicos: Mão Morta (Adolfo Luxúria Canibal, António Rafael, Joana Longobardi, Miguel Pedro, Sapo, Vasco Vaz)
Bailarinos: Beatriz Valentim, Diana Vieira, Francesca Bertozzi, Inês Jacques, Luis Guerra, Ricardo Pereira
Espaço Cénico: Inês Jacques e Adolfo Luxúria Canibal
Figurinos: Inês Jacques
Costureira: Maria José Duarte
Máscaras: Victor Gonçalves
Desenho de Luz: Fred Rompante
Operação de Luz: Fred Rompante, Berto Pinheiro
Técnico de Som: Nuno Couto
Direcção de Produção: Cláudia Pinto
Produção Executiva: Auaufeiomau, Zut!
Coprodução: Centro Cultural Vila Flor, Cine-Teatro Avenida (Castelo Branco), Teatro Aveirense, Teatro Municipal da Guarda
Apoio à Residência: Centro Cultural Vila Flor, Estúdios Victor Córdon / Em Trânsito

Promotor

MUNICÍPIO DE AVEIRO