Apoio ao cliente - 707 234 234
La Danse Du Soleil Geneva Camerata

Notas

Para adquirir bilhetes de mobilidade condicionada por favor contacte as bilheteiras do Centro Cultural de Belém, telefone 21 361 2627 (diariamente das 13H às 20H ou através do email bilheteiraccb@ccb.pt)

Descrição

22 e 23 fevereiro 2019 | Grande Auditório | 21:00| maiores de 6 anos
LA DANSE DU SOLEIL
 
Juan Kruz Díaz de Garaio Esnaola coreografia, interpretação
David Greilsammer direção musical
Geneva Camerata
 
Hipnótica, audaciosa e fascinante coreografia em que os trinta membros da orquestra Geneva Camerata dançam ao mesmo tempo que executam de memória duas grandes obras musicais, com a participação do extraordinário coreógrafo e bailarino Juan Kruz Díaz de Garaio Esnaola.
Uma cativante viagem que se inicia com o esplendor e elegância da música de Lully que depois nos conduz à beleza e espiritualidade da música de Mozart.
David Greilsammer é pianista, diretor musical e artístico de Geneva Camerata e reconhecido intérprete das obras de Mozart. Tem tocado como solista com a Orquestra Filarmónica da BBC, Sinfónica de São Francisco, a Metropolitana de Tóquio, entre outras.
Nos recitais a solo tem apresentado programas muito ecléticos, como os que realizou mais recentemente no Concertgebouw em Amesterdão, no Kennedy Center de Washington ou no Lincoln Center, em Nova Iorque. Tem sido reconhecido como um dos mais audaciosos músicos da sua geração pela criatividade e ousadia que empresta ao seu repertório de que é exemplo o CD dedicado às sonatas de Scarlatti e John Cage.
Juan Cruz Díaz de Garaio Esnaola, coreógrafo, músico encenador e bailarino, nasceu em Legazpi, no país basco espanhol. Fez estudos de música antiga no Conservatório Superior de San Sebastián e na Academia de Música Antiga de Amesterdão, onde terminou a formação em contratenor. Na dança, tem trabalhado com coreógrafos como Emio Greco, Sasha Waltz ou Sidi Larbi Charkaoui e a sua atividade tem-se repartido entre a dança e a encenação.
 
Apoio Antena 1
 
 

Promotor

Fundação Centro Cultural Belém