Apoio ao cliente - 707 234 234
Cosi Fan Tutte Esml

Descrição

W. A. Mozart Così fan tutte – ópera em dois atos
Lorenzo Da Ponte libreto
 
Rafaela Albuquerque FIORDILIGI
Maria Gil Proença DORABELLA
Tiago Gomes GUGLIELMO
Mian Chen FERRANDO
Joana Alves DESPINA
Francisco Henriques DON ALFONSO
 
Alunos da ESML Coro
 
Sílvia Mateus direção artística e encenação
Vasco Pearce de Azevedo direção musical
Élio Oliveira figurinos e adereços
 
 
Sinopse
Num café de Nápoles, Don Alfonso, um filósofo, insinua a possibilidade das noivas de Guglielmo e Ferrando poderem ser infiéis e, como resultado, os três homens fazem uma aposta já que os noivos não acreditam na infidelidade das suas noivas. Despina, criada de Fiordiligi e de Dorabella, ajuda Don Alfonso na intriga e, perante a pretensa partida dos noivos para a guerra, aconselha as irmãs a aproveitar este tempo em que eles irão estar fora para se divertirem alegando que eles farão o mesmo.
Don Alfonso leva os noivos a disfarçarem-se de Albaneses e apresenta-os às irmãs como seus amigos. Cada um tenta seduzir a noiva do outro. As noivas, mostrando-se renitentes de início, e depois de várias peripécias, acabam por vacilar ao jogo de sedução o que leva Guglielmo e Ferrando a acharem que poderão perder a aposta. Don Alfonso sugere que Ferrando e Guglielmo se casem com as suas novas noivas. Estes recusam-se considerando que não se conseguem casar com estas duas mulheres infiéis. Don Alfonso alerta que se não o fizerem ficarão solteiros porque se estas mulheres não foram fiéis nenhuma outra o será e leva-os a admitir que assim fazem todas (Così Fan Tutte).
Despina entra disfarçada de Notário e celebra o casamento entre as irmãs e os Albaneses. Quando os noivos estão a assinar o contrato nupcial ouve-se a marcha militar. Don Alfonso avisa que Guglielmo e Ferrando regressam do campo de batalha. Dorabella e Fiordiligi ficam desesperadas e escondem os Albaneses no quarto que aproveitam para trocar os seus disfarces pelo uniforme militar. Guglielmo e Ferrando quando entram e vêm um Notário na sala fingem-se indignados pela infidelidade das suas noivas até que lhes revelam a aposta que fizeram. As irmãs ficam indignadas, mas quando tudo fica esclarecido todos admitem que o melhor é não seguir os sentimentos mas sim a razão.

Promotor

Fundação Centro Cultural Belém