Apoio ao cliente - 707 234 234
Concerto De Camara Iii - Rui Lopes

Descrição

NOV 4 18H
TEATRO NACIONAL DE SÃO CARLOS
SALÃO NOBRE
NOCTURNO PARA ORQUESTRA DE CORDAS EM SI MAIOR, OP. 40
ANTONIN DVORÁK
MEEELAAN
WYNTON MARSALIS

RUI’S TANGO
MARCELO NISINMANN
CONCERTO PARA FAGOTE EM SI BEMOL K191
WOLFGANG AMADEUS MOZART
 
 
O Nocturno de  Dvorák (1841–1904) é extraído do “Andante Religioso” do Quarteto de cordas n.º4 em Mi menor que Dvorák escreveu em 1870 e que retrabalhou e publicou em 1883. Toda a peça é perpassada por uma atmosfera de enorme calma e serenidade. Meeelaan, escrita em 2000 por Marsalis (n. 1961), é composta por três danças – “Blues”, “Tango” e “Behop” – cuja variedade de efeitos sonoros e passagens acrobáticas são quase inimagináveis para um fagote, conferindo porém à obra uma extrema originalidade, requinte e liberdade. Rui’s Tango terá a sua estreia mundial neste concerto e é uma curta peça do compositor nascido em Buenos Aires Nisinmann (n. 1970) dedicada ao solista deste concerto. Acredita-se que Mozart (1756–1791) tenha escrito cinco concertos para fagote, sendo o Concerto para fagote em Si bemol K191 o único a chegar aos nossos dias, escrito quando o compositor tinha apenas 18 anos.
 

fagote e direção musical RUI LOPES
ORQUESTRA SINFÓNICA PORTUGUESA
maestrina titular JOANA CARNEIRO

Promotor

OPART-ORGANISMO DE PRODUÇÃO ARTISTICA,E.P.E.