Apoio ao cliente - 707 234 234

Notas

Acessibilidade no Circo Coliseu Porto Ageas
 
O Circo do Coliseu é para todos, a partir dos 0 (zero anos).
 
Todas as sessões do Circo, em qualquer horário da carreira, são Sessões Descontraídas*, sendo permitido sair da sala e voltar a entrar.
 
Encontra-se ao dispor a Sala de Conforto - espaço de tranquilidade para espectadores de todas as idades (e acompanhante) que estejam a sentir ansiedade ou necessitem de um momento de calma. Equipada com mobiliário de descanso, abafadores de ruído e objetos de estimulação sensorial, a Sala de Conforto pode ser utilizada para a descompressão (e voltar a participar do espetáculo) e também para a amamentação.
 
De forma a melhorar a acessibilidade para espetadores com mobilidade condicionada, S/surdos, pessoas cegas ou com baixa visão, dispomos de um conjunto de serviços adicionais:
 
Sessões com audiodescrição (serviço para cegos e pessoas com muito baixa visão):
- 29 de dezembro às 21h00
- 07 de janeiro às 21h00
- 08 de janeiro às 14h00
 
Sessões com LGP (para pessoas surdas):
- 11 de dezembro às 17h30
- 04 de janeiro às 15h00
- 07 de janeiro às 21h00
 
Bilhetes
- Compre o seu bilhete (online ou na bilheteira física) para o setor de Mobilidade Condicionada e Surdos, com desconto de 50% aplicável a 1 + 1 bilhete (para acompanhante)
 
* O que é uma Sessão Descontraída
As sessões descontraídas decorrem numa atmosfera mais acolhedora e com regras mais tolerantes no que diz respeito ao movimento e ao barulho na sala. Podem ainda implicar pequenos ajustes no espetáculo (iluminação, som, etc.) e no acolhimento do público, para melhor se adaptarem às suas necessidades. Destinam-se a todas as pessoas e famílias que preferem ou beneficiam de um ambiente mais descontraído num espaço cultural (por exemplo, pessoas com défice de atenção, pessoas com deficiência intelectual, pessoas com condições do espectro autista, pessoas com deficiências sensoriais ou de comunicação), bem como a famílias com crianças pequenas.
É fornecida uma História Visual da sessão (em formato impresso e online), de modo a promover o conhecimento antecipado da experiência; os assistentes de sala têm formação específica para estarem ao serviço das necessidades do público; e está disponível uma sala de conforto para quem precisar de se recolher, até voltar a entrar na sala.
As sessões descontraídas procuram reduzir os níveis de ansiedade e tornar a experiência mais agradável. São uma colaboração entre a sala, a equipa artística, os pais, cuidadores e acompanhantes para que todas as pessoas possam usufruir do espetáculo. O Circo do Coliseu destina-se a todos, a partir dos 0 anos de idade.
 
A política de acessibilidade do Circo Coliseu Porto Ageas conta com o apoio da Acesso Cultura e da InclusiveTech.

Sessões

  • Disponível
  • Indisponível
  • Escolha uma data no calendário

Descrição

De 8 de dezembro a 8 de janeiro, o Circo de Natal do Coliseu Porto Ageas volta a reinventar-se com os melhores artistas e música tocada ao vivo, para mostrar, diante dos nossos olhos, o que as artes circenses têm de mais fantástico.
 
Ao nosso lado mais brincalhão junta-se a direção musical do compositor Ramón Galarza, a direção artística do clown Rui Paixão, a direção de ilusionismo do mágico Mário Daniel e um elenco de talentosos artistas circenses vindos de vários pontos do mundo.
 
Num cenário que faz lembrar um videojogo ou um deserto cyberpunk, e que podia ser a versão infantil de “Mad Max”, seguimos a história de uma companhia de circo em fuga da cidade, depois de vários espetáculos fracassados. Perdidos no meio do deserto, encontram um grupo de “azarentos” que ali vivem isolados, pois acreditam ser a única forma de fazer existir a sua arte e as suas crenças. 
 
Estando a companhia sem destino e os “azarentos” curiosos, propõem-se celebrar em conjunto com música, dança, magia, fogo, malabarismo, clown, suspensão capilar, rolla bolla, pinos, diabolo, roda cyr e até uma roda da morte. Assim vai ser a Festa do Circo no Coliseu!
 
Pensado para todas as idades, o Circo de Natal 2022 fala, de uma forma divertida e descomprometida, sobre a procura de um lugar de pertença. Um lugar de liberdade onde, independentemente das diferenças, do que somos ou do que queremos ser, conquistamos uma voz e uma comunidade. É um hino à arte, à expressão artística livre e à cultura como um bem imprescindível para a construção desse lugar.
 
No final, será que a companhia decide ficar no deserto ou continua à procura do caminho para a cidade? Revelamos isto e muito mais de 8 de dezembro a 8 de janeiro, com sessões em diversos horários. Consulte as datas e horários em www.coliseu.pt e venha conhecer uma tradição ininterrupta desde 1941, e que se mostra cada vez mais renovada.

Promotor

AACP