Apoio ao cliente - 707 234 234
Bear Me 2014

Descrição

Bear me 2014
Cristina Planas Leitão
Palcos Instáveis | Segunda Casa | Companhia Instável


“bear me” explora o conceito de relação: a relação entre Eu e Tu, entre Performer e Público, entre Homem e Sociedade. Uma viagem metafórica vulnerável e exposta, criada pela sobreposição de diversas camadas, de onde emerge um corpo distorcido e incompleto. Cria-se o espaço necessário que permite ao público entrar num local íntimo e isolado do intérprete, onde são estabelecidos paralelismos entre as relações íntimas e interpessoais de uma forma ambígua, potenciando vários desdobramentos e duplos significados. O espaço “entre”, intensifica o limbo que existe entre os dois personagens, bem como a solidão e intimidade que pertencem a um terceiro corpo híbrido.


Ficha Artística
Direção, Coreografia e Texto: Cristina Planas Leitão Interpretação: Alexandra Verschuuren Sonoplastia: Cristina Planas Leitão & amp; Pedro Neves (com Hurt – Nine Inch Nails) Coaching e aconselhamento dramatúrgico | Mala Kline no contexto do projeto de pesquisa Conquering the studio: a time for research e Vânia Rovisco, no contexto do programa de residências da Companhia Instável Apoio artístico e participação na fase de pesquisa: Catarina Miranda, Joana von Mayer Trindade, Mara Andrade e Marco da Silva Ferreira Desenho de luz: Cristina P. Leitão, em colaboração com João Teixeira e Diogo Barbedo Cenografia e figurinos: Cristina Planas Leitão Registo fotográfico: André Mendes Registo de vídeo: Eva Ângelo

Apoios | Apoio à criação e residência da Companhia Instável, Porto; projeto de pesquisa Conquering the studio: a time for research 2014 – um projeto de Cristina Planas Leitão para o Ballet Contemporâneo do Norte.

Coprodução | Teatro Aveirense | Câmara Municipal de Aveiro

Promotor

MUNICÍPIO DE AVEIRO