Apoio ao cliente - 707 234 234
Anónimo

Descrição

“Anónimo”
coprodução teatromosca e CAB - Centro Coreográfico de Lisboa
no AMAS – Auditório Municipal António Silva
 
Começou com os bulletin boards, com o mIRC, com a Legion of Doom, um dos primeiros gangues de hackers, e os seus membros Lex Luthor, Karl Marx, Unknown Soldier, etc.. E aos poucos disseminou-se por toda a internet, indo dos exércitos de hackers russos que interferiram com as últimas eleições americanas, aos trolls que geram flamewars na internet e publicam fake news para confundir a verdade, ou fazem doxxing para atacar os seus inimigos, aos scammers e pammers, que se fazem passar por pessoas diferentes para engates e fraudes online. O mundo virtual facilitou a comunicação entre pessoas, mas também facilitou a criação de personas e perfis falsos, usados para todo o tipo de atividades dúbias e até para a criação do equivalente digital dos antigos gangues de rua. É perante esta fragmentação do eu, em que a identidade se pode tornar uma ferramenta de libertação e opressão, que vivemos e será esta que o texto Jorge Palinhos irá explorar para o espetáculo que o teatromosca produzirá em 2019. Em palco, com ferramentas teatrais, iremos criar um fórum onde os performers tentam construir a sua identidade - verdadeira ou falsa - dentro das possibilidades e fórmulas que o site Ihes dá - memes, vlogs, rage comics, gifs - que vão da partilha de interesses e afetos, até ao ódio comum a indivíduos e organizações. E no meio desta teia complexa, o que acontece quando alguém tenta encontrar uma expressão própria e sair desse sistema?
 
FICHA TÉCNICA E ARTÍSTICA
Texto | Jorge Palinhos
Encenação | Pedro Alves
Interpretação | Rafael Barreto, Elson Marlon Ferreira, Margarida Belo Costa, um grupo de jovens da Casa Seis e um grupo de jovens do CAF - Lumiar
Cenografia | Pedro Silva
Fotografia | Catarina Lobo
Vídeo | Ricardo Reis
Direção técnica e desenho de luz | Carlos Arroja
Ilustração e design gráfico | Alex Gozblau
Produção executiva | Inês Oliveira
Produção | teatromosca
Coprodução | CAB – Centro Coreográfico de Lisboa
Parceria | Casa Seis e CAF - Lumiar

Promotor

ASSOCIAÇÃO CULTURAL TEATROMOSCA