Apoio ao cliente - 707 234 234

Notas

INFORMAÇÕES ÚTEIS:
  • Em cena na Escola Profissional Agricola D. Dinis - Paiã
  • Morada: Rua Pedro Álvares Cabral, 1675-076 - Lisboa
  • Estacionamento privativo
  • M/18
AVISO 1: este espectáculo contem  linguagem violenta e conteúdos de natureza sexual não aconselháveis a pessoas mais sensíveis.
AVISO 2: a entrada no edifício é feita  15 minutos antes do início da experiência sendo que a mesma começa sempre impreterivelmente à hora marcada.


Sessões

Descrição

Em 2020, durante a pandemia, um grupo de adoradores do diabo ocupou um edifício isolado onde se encontram até aos dias de hoje. O convite para criar esta comunidade partiu de Helena, figura central de um culto satânico difundido nas redes sociais.

Mulheres e homens carregados de trauma e desespero, encontraram na mãe Helena a salvação: a garantia de um propósito maior em que ela seria a encarnação de satanás e eles o seu exército.

Ela prometeu-lhes o inferno em vez do céu e eles foram ao seu encontro.

No entanto, para concluir a cerimónia de ascensão de Lúcifer falta-lhes um elemento chave – a filha de Helena por quem aguardam há 4 anos.

Helena desperta com um grito. É a certeza de que a sua filha chegou e que as portas do inferno se vão finalmente abrir.

A EXPERIÊNCIA

O público é convidado a percorrer uma história onde o horror e o grotesco se aliam ao erotismo e esbatem os limites da intimidade entre personagens e público.
Cada pessoa que entrar nesta dimensão irá garantidamente viver uma experiência única e irrepetível que será só sua e que levará para vida.
A Seita é muito mais do que um espetáculo apenas para fãs de terror. É uma experiência para todos, porque diz respeito a Todos.
O diabo só persegue aqueles que têm a coragem de ser vulneráveis.
Depois de entrares na Seita, nunca mais serás o mesmo.

A Seita é uma experiência imersiva produzida pelo Teatro Reflexo, da autoria de Michel Simeão, que volta a testar não só os limites emocionais e psicológicos do seu público, mas também os limites da própria plataforma Projecto Casa Assombrada.

Prestes a celebrar uma década a produzir espetáculos imersivos, o coletivo regressa à sua matriz – o terror.
Depois um ano longe do terror, o Projecto Casa Assombrada  reinventa-se uma vez mais com um modelo de experiência nunca antes testado, que terá lugar na centenária e reputada Escola Profissional Agrícola D. Dinis na Pontinha.

Desta vez vão ficar de fora os jogos, os enigmas e os desafios. É verdade – não há jump scares ou sustos atrás da porta. Descemos mais fundo e aproximamo-nos do verdadeiro inferno.
O terror d’A Seita assenta no medo do nosso próprio REFLEXO, nos nossos próprios demónios.
O autor inspirou-se no estado do mundo para dar vida a mais um universo sinistro, porque a matéria-prima está à nossa volta.
Será que é mesmo preciso entrar numa seita satânica para encontrar o diabo?
O objetivo é colocar o dedo na ferida (neste caso literal e metaforicamente).

Trata-se de uma experiência totalmente livre em que o público poderá deslocar-se para onde quer, com quem quiser, ver o que lhe apetecer e seguir as personagens que bem entender mergulhando com elas no espaço de cena.
A inovação passa por dar protagonismo à linguagem oral e cinematográfica, ao texto, às personagens e à interpretação dos atores.
É o guião que suporta o espetáculo -  um argumento que vai dar lugar a uma viagem com personagens de uma verdade, crueza e bizarria esmagadoras.

São incontáveis as combinações, pontos de vista e percursos que o público pode escolher no decorrer da ação que atravessa 8 espaços diferentes em que tudo acontece em simultâneo.

Neste novo formato imersivo, as personagens conversam não só umas com as outras, mas também com o próprio público, provocando-o emocionalmente com perguntas que precisam de uma resposta urgente e sobretudo honesta.  
A beleza está no grotesco que nos é atirado à cara e que empurra o espectador para fora da sua zona de conforto. Esta é, sem dúvida, uma experiência para quem está disponível a sentir emoções fortes ao estar frente-a-frente com verdadeiros fantasmas e demónios - nada requer mais coragem do que isso.

Esta é uma experiência completa. Tanto é apropriada para um tipo de espectador mais participativo que poderá fazer parte da narrativa nos momentos certos, como é indicada aos mais reservados que preferem ser voyeurs e apenas testemunhar o terror em primeira mão. Ninguém é obrigado a participar em nada, podendo simplesmente mudar de espaço a qualquer momento.
Tal como na vida não é possível ver e viver todas as coisas ao mesmo tempo e isso obriga-nos a fazer escolhas. Podemos escolher entrar ou sair, abraçar ou rejeitar, estar na bancada ou ir para arena, e esta liberdade é o combustível para uma experiência única e cheia de adrenalina.

AVISO 1: este espectáculo contem  linguagem violenta e conteúdos de natureza sexual não aconselháveis a pessoas mais sensíveis.

AVISO 2:
a entrada no edifício é feita  15 minutos antes do início da experiência sendo que a mesma começa sempre impreterivelmente à hora marcada.


INFORMAÇÕES ÚTEIS:
Em cena na Escola Profissional Agricola D. Dinis - Paiã

Morada: Rua Pedro Álvares Cabral, 1675-076 - Lisboa

A partir do dia 10 de maio em cena todas as sextas e sábados

Sextas e Sábados
Sessões: 20h00/ 21h45 / 23h20

Estacionamento privativo
Lotação por sessão: 33 pax
M/18
Duração: 70m
Contacto: 967 568 206
Instagram @projecto_casa_assombrada / @teatro.reflexo

FICHA TÉCNICA

Produção: Reflexo – Associação Cultural e Teatral
Criação: Michel Simeão
Co-criação: José Chaíça
Direção artística e autoria: Michel Simeão
Direção de produção: José Chaíça e Michel Simeão
Assistente de produção: Maria Camões
Apoio à produção: Mónica Pedroto e Rita Ruaz
Montagem: José Chaíça, Marco Augusto, Maria Camões, Marta Neto, Michel Simeão e Rita Ruaz
Música Original: Afonso Gaspar
Flauta Transversal: Afonso Gaspar
Design: Federico Pompeu
Fotografia: Guilherme Gouveia
Estratégia de Comunicação: Ana Dora

Elenco: Francisco Beatriz, Marco Augusto, Margarida Moreira, Maria Camões, Marta Neto, Michel Simeão, Miguel Mateus, Mónica Pedroto, Ricardo Denzel e Rita Ruaz.

Performers: Afonso Gaspar e José Chaíça

Multimédia

Promotor

REFLEXO - ASSOCIAÇÃO CULTURAL E TEATRAL